Fibromialgia

0
630

O que é Fibromialgia?

Fibromialgia é uma doença não inflamatória caracterizada por dores no corpo inteiro. A pessoa, às vezes, nem consegue dizer onde é a dor, pois dói tudo, todos os dias. A dor pode ficar mudando de lugar, piora com frio e quando fica-se estressado com algum problema. Geralmente quando vai ao reumatologista,  o paciente  já sente dores há meses ou anos. Foi a médicos e fez vários exames sem diagnóstico definitivo. Como não há inflamação, os exames de laboratório são normais, exceto se houver outra doença ao mesmo tempo.

Para o diagnóstico o médico deve examinar o paciente para encontrar pontos dolorosos, em pelo menos 11 de18 pontos pré-determinados, chamados Tender points.

Quem pode ter Fibromialgia?

A Fibromialgia é mais frequente entre 35 e 50 anos, mas ocorre desde a infância até a idade avançada. Acomete  preferencialmente o sexo feminino, cerca de 15 mulheres para cada homem.

Qual a causa da Fibromialgia?

A causa ainda é desconhecida. Hipótese de infecção anterior por vírus já foi levantada. Em um trabalho realizado com mulheres na UNIFESP, a causa mostrou-se relacionada a alterações no eixo do stress durante a infância. Sentimentos de abandono ou rejeição pelos pais foram os principais fatores implicados no aparecimento da doença na idade adulta. O stress nesta fase da vida, em que o sistema nervoso está em formação, leva a disfunção do eixo hipotálamo-hipófise  alterando a produção de serotonina e outras substâncias utilizadas no controle da dor, sono e do humor.

A doença pode ser precipitada por situações estressantes como brigas familiares, assalto, problemas no trabalho e até mudança de clima.

Como é a personalidade de pessoas com Fibromialgia?

A pessoa com Fibromialgia costuma ser perfeccionista, detalhista e preocupada em excesso com tudo a sua volta . São ótimas funcionárias e administradoras do lar até adoecerem.

Quais são os sintomas da Fibromialgia?

Além das dores, a maioria apresenta problemas para dormir, tais como acordar cansado, vários despertares noturnos, insônia, ou sonolência durante o dia. Mais de 70% apresentam tristeza, ansiedade, fadiga, irritação e choro fácil. Outras queixas são rigidez musculares, formigamentos, dormências, sensação de inchaço nos braços, mãos e pernas, boca seca, dores de cabeça, intestinos presos e dores ou urgência para urinar.

Ao contrário de outros reumatismos a Fibromialgia não deforma as juntas, mas predispõem ao aparecimento de tendinites, bursites e dores de coluna, principalmente relacionados a atividades no trabalho ou em casa.

Como as pessoas enxergam os pacientes com Fibromialgia?

As pessoas com fibromialgia são vistos como pessoas queixosas, que não querem trabalhar e não aguentam nada, seja em casa ou nas empresas. .

Como a doença não causa deformidades, e os exames são normais, dificilmente conseguem auxílio doença ou benefícios previdenciários. Fica um empurra-empurra entre peritos e médicos do trabalho das empresas.

Por sua vez, os afastados do trabalho não costumam melhorar mesmo após anos de afastamento.

Frequentemente ocorrem problemas nos relacionamentos familiares e laborais piorando os quadros de ansiedade e depressão.

Como é o tratamento da Fibromialgia?

O tratamento visa melhorar a qualidade de vida e felicidade pessoal, social e familiar. É individualizado combinando antidepressivos, relaxantes musculares e analgésicos.

É imprescindível a prática de exercícios físicos aeróbicos e mudança de hábitos de vida , que podem ser conquistados com ajuda de ferramentas de autoconhecimento e Coaching.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorHérnia de Disco
Dra. Marcia Veloso Kuahara
Graduada em Medicina. Residência em Clínica Médica e Reumatologia pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG Mestre e Doutora pela Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP Médica e Professora de Medicina por mais de 20 anos. Coach com Certificado Internacional em Neurocoaching, (Results Coaching System –Neuroleadership group). Qualificada nos instrumentos: MBTI, MBTI Step II, Birkman, Firo-B, TKI e EQi 2.0 (Inteligência Emocional). Sócia-Diretora da Wellnex.

DEIXE UMA RESPOSTA